AL Percebe

AL Percebe - Estado do percebe e Alteração da gestão da sua apanha no Cabo de Sines (Alentejo, Portugal): transferência de conhecimentos entre cientistas e pescadores
Acrónimo: 
AL Percebe
Referência: 
16-01-03-FMP-0019
Ano de início: 
2018
Ano de fim: 
2020
Tipo de projeto: 
Nacional
Investigador principal: 
A atualizar
Coordenação MARE: 
Teresa Cruz
Instituições participantes: 
Universidade de Évora, Associação de Desenvolvimento do Litoral Alentejano, Associação de Mariscadores da Terra do Vasco da Gama e Associação de Armadores da Pesca Artesanal e do Cerco do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Entidade financiadora: 
Portugal 2020
Estado: 
A decorrer
Resumo: 

O projeto “AL Percebe” tem como objetivo central conhecer e melhorar a situação atual do estado do percebe no Cabo de Sines e alterar a gestão da sua apanha que é exercida no Cabo de Sines, através da transferência de conhecimentos entre cientistas e pescadores. O cumprimento deste objetivo passa pelo desenvolvimento das seguintes tarefas que constituem o projeto “AL Percebe”: 1) Definição e implementação de um sistema experimental de cogestão no Cabo de Sines; 2) Monitorização do estado do percebe e da sua apanha no Cabo de Sines através de técnicas inovadoras e sua validação noutros locais do Alentejo (litoral dos concelhos de Odemira e Sines); 3) Recuperação experimental de áreas exploradas no Cabo de Sines através de técnicas inovadoras e sua validação noutros locais do Alentejo (litoral dos concelhos de Odemira e Sines); 4) Valorização económica do percebe do Alentejo; 5) Capacitação científica e dinamização do associativismo e profissionalismo dos pescadores; 6) Divulgação de boas práticas do comité de cogestão e dos resultados da operação, e realização de um seminário final de apresentação de resultados e debate público.