Sobre o MARE

MARE

CENTRO DE CIÊNCIAS DO MAR E DO AMBIENTE

MARE é um centro de investigação científica, desenvolvimento tecnológico e inovação, com uma abordagem integradora e holística, concentrando grande diversidade de valências, capacidades e meios, com uma implantação territorial de âmbito nacional, que desenvolve as suas atividades de investigação orientadas para os problemas e desafios da sociedade, em estreita parceria com centros de investigação nacionais e internacionais.

É um centro multipolar, constituído por sete polos, seis em instituições de ensino superior portuguesas [Universidade de Coimbra (MARE-UCoimbra), Instituto Politécnico de Leiria (MARE-IPLeiria), Universidade de Lisboa (MARE-ULisboa), Universidade Nova de Lisboa (MARE-NOVA), ISPA - Instituto Universitário (MARE-ISPA), e Universidade de Évora (MARE-UÉvora), e um no arquipélago da Madeira (MARE-Madeira).

O MARE tem competências técnicas e científicas para abordar todos os ecossistemas aquáticos, incluindo bacias hidrográficas e áreas adjacentes, estuários, ecossistemas marinhos costeiros e oceânicos.

Qual é a visão do MARE?

O MARE ambiciona ser uma instituição de referência nas Ciências do Mar e do Ambiente, contribuindo para o conhecimento do funcionamento dos ecossistemas aquáticos, promovendo o uso sustentável de recursos e a literacia dos oceanos.

Qual é a missão do MARE?

O MARE procura a excelência no estudo dos ecossistemas aquáticos e dissemina esse conhecimento para apoiar o progresso humano e as políticas de desenvolvimento sustentável. Esta missão é concretizada através de redes colaborativas, desenvolvidas a nível nacional e internacional, com foco na investigação científica, na educação, na transferência de conhecimento e de tecnologia, e na divulgação de Ciência.​

O MARE TEM COMO PRINCIPAIS OBJETIVOS

  • Contribuir para o conhecimento sobre o funcionamento dos ecossistemas marinhos e ambientes estuarino e dulçaquícola que com estes estão interrelacionados;
  • Desenvolver ferramentas científicas e tecnológicas para um uso sustentável dos ecossistemas de água doce, estuarinos e marinhos, de acordo com as prioridades ao nível regional, nacional e internacional;
  • Desenvolver conhecimento científico e tecnologia para apoiar a provisão de alimento e outros recursos, bióticos e abióticos, para a sociedade;
  • Promover o bom estado ecológico e saúde dos oceanos e mares, dos estuários e das bacias hidrográficas;
  • Dirigir cooperação internacional para a formação avançada, contribuindo para uma nova geração de cientistas e profissionais preparados para a Economia Azul;
  • Promover a literacia do Oceano e contribuir para uma Sociedade Azul participativa.