Media

Projeto MARE recebe prémio internacional

O projeto “REABILITAÇÃO DOS HABITATS DE PEIXES DIÁDROMOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO MONDEGO” liderado pela Universidade de Évora com o apoio técnico-científico do MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, foi recentemente galardoado com o prémio internacional Distinguished Project in Fisheries Engineering and Ecohydrology, atribuído em conjunto pela American Society of Civil Engineers (Environmental & Water Resource Institute), e pela American Fisheries Society (Bioengineering Section). A cerimónia teve lugar durante o congresso Fish Passage 2016, que decorreu entre os dias 20 e 22 de junho, na Universidade de Massachusetts.

Ribeira, ribeirinha… a ribeira é dos insetos

No dia 21 de Maio, o MARE e o Jardim de Infância da Sobreda foram descobrir a biodiversidade da ribeira da Sobreda.

Dia Mundial dos Peixes Migradores 2016 – Rio Mondego

Celebrou-se no dia 21 de maio o Dia Mundial dos Peixes Migradores 2016, um evento organizado pelo MARE/Universidade de Évora e pela Agência Portuguesa do Ambiente.

Esta iniciativa constituiu uma oportunidade para divulgar os projetos desenvolvidos no Rio Mondego envolvendo a Passagem Para Peixes de Coimbra (construída em 2011) e as Passagens naturalizadas implementadas em 2015, em cinco açudes localizados entre a Formoselha e Penacova, evidenciando como estas estruturas contribuem para a conservação dos peixes migradores do Rio Mondego.

 

MARE no Clean Up the Atlantic

O MARE participou na a 9ª edição do Clean up the Atlantic, no dia 21 de maio. Este evento consistiu em limpezas no fundo do mar na Baía de Cascais e da orla costeira junto ao Farol do Cabo Raso. 

A iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Cascais em parceria com a Cascais Ambiente​ foi um sucesso e contou com a participação de investigadores do MARE.

Diretor do MARE na Antena 3 fala sobre o MARE e o mar

Henrique Cabral respondeu a uma diversidade de perguntas sobre o MARE e o mar colocadas por Ana Galvão, Joana Marques e os ouvintes da Antena 3, no programa Donas de Casa, no dia 20 de abril de 2016, das 11h às 12h. As participações podem ser ouvidas a partir do 70’05’’ em http://www.rtp.pt/play/p2025/e232565/as-donas-da-casa.

MONDEGO: `LIVRE-TRÂNSITO` PARA PEIXES MIGRADORES

Espécies como o sável, a lampreia-marinha e a enguia-europeia, têm agora ‘livre-trânsito’ para a sua rota migratória no Rio Mondego. Isto é resultado do projeto “Reabilitação dos Habitats de Peixes Diádromos na Bacia Hidrográfica do Mondego”, que teve como finalidade reabilitar um troço do Rio Mondego considerado crucial para a migração destas espécies. Com um orçamento de cerca de 1.3M de euros, o projeto foi financiado pelo Ministério da Agricultura e do Mar e cofinanciado pelo Fundo Europeu das Pescas, através do PROMAR – Programa Operacional Pesca 2007-2013, e pela EDP-Energias de Portugal, S.A. Foi coordenado pela Universidade de Évora, com o apoio técnico-científico do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, e com a parceria de um conjunto de entidades.

Visite o site do projeto aqui: http://www.rhpdm.uevora.pt/

Páginas