Media

Diretor do MARE na Antena 3 fala sobre o MARE e o mar

Henrique Cabral respondeu a uma diversidade de perguntas sobre o MARE e o mar colocadas por Ana Galvão, Joana Marques e os ouvintes da Antena 3, no programa Donas de Casa, no dia 20 de abril de 2016, das 11h às 12h. As participações podem ser ouvidas a partir do 70’05’’ em http://www.rtp.pt/play/p2025/e232565/as-donas-da-casa.

MONDEGO: `LIVRE-TRÂNSITO` PARA PEIXES MIGRADORES

Espécies como o sável, a lampreia-marinha e a enguia-europeia, têm agora ‘livre-trânsito’ para a sua rota migratória no Rio Mondego. Isto é resultado do projeto “Reabilitação dos Habitats de Peixes Diádromos na Bacia Hidrográfica do Mondego”, que teve como finalidade reabilitar um troço do Rio Mondego considerado crucial para a migração destas espécies. Com um orçamento de cerca de 1.3M de euros, o projeto foi financiado pelo Ministério da Agricultura e do Mar e cofinanciado pelo Fundo Europeu das Pescas, através do PROMAR – Programa Operacional Pesca 2007-2013, e pela EDP-Energias de Portugal, S.A. Foi coordenado pela Universidade de Évora, com o apoio técnico-científico do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, e com a parceria de um conjunto de entidades.

Visite o site do projeto aqui: http://www.rhpdm.uevora.pt/

Ana Faria, investigadora do MARE, distinguida com o Prémio L’Oréal Mulheres na Ciência

A notícia do prémio com comentários de Ana Faria pode ser vista na RTP 1, programa Portugal em Direto, de Dina Aguiar, a 23/02/22016, parte 2, a partir do minuto 18:27, em http://www.rtp.pt/play/p2225/e225632/portugal-em-direto/484299

Investigação sobre acidificação dos oceanos distinguida com o Prémio L’Oréal Mulheres na Ciência

Quais as principais consequências para os peixes do aumento da acidez do mar, provocado pelas alterações climáticas?

Satélites Sentinel, os novos cartógrafos da Terra

Artigo de opinião no jornal Público, de Vanda Brotas, Professora Catedrática da FCUL e investigadora do MARE.

Hoje, dia 16 de Fevereiro, a ESA (Agência Espacial Europeia) lança o satélite Sentinel 3 que leva a bordo sensores que irão medir parâmetros essenciais para o conhecimento do nosso planeta, tais como a temperatura da superfície do mar, a topografia da superfície do oceano, a cor do mar, ou a cobertura vegetal dos continentes.

Vídeo da recente missão cientifica internacional a São Tomé com a participação do DOP/IMAR/MARE

O DOP comunicou que em Novembro de 2015, Nuno Vasco Rodrigues (investigador MARE-IPLeiria e Science Officer da Flying Sharks), Jorge Fontes (investigador MARE-Açores e IMAR-DOP) e Áthila Bertoncini (investigador UNIRIO e Institutos Meros do Brasil) fizeram uma expedição científica a São Tomé (Golfo da Guiné, costa oeste Africana).

Diretor do MARE comenta a atualidade

Henrique Cabral, diretor do MARE, comenta a atualidade e responde a questões ambientais colocadas por Conceição Queiroz, na Revista de Imprensa, Notícias das 11H, da TVI 24, dia 16 de janeiro de 2016, pelas 11H. O apontamento pode ser visto, a partir do minuto 49:45, na seguinte ligação:

http://tviplayer.iol.pt/programa/noticias/53c6b3613004dc006243c401/video/569a76600cf2582ec8794898

Pages